Zoológico de VR reabre no dia do aniversário de 66 anos
Foto: Divulgação/Secom-VR.
VOLTA REDONDA

Atualizado às 17h55min.
O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, esteve no Zoológico Municipal para conferir as melhorias realizadas no local. Ele anunciou que, após o período de reforma geral, iniciado em agosto do ano passado, e as restrições impostas pela pandemia da Covid-19. O zoo vai voltar a receber o público a partir do próximo dia 17 de julho, data do aniversário de 66 anos da cidade.
No entanto, as visitas serão agendadas, com controle do número de pessoas e respeitando as medidas de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus, como o uso de máscara, disponibilização de álcool gel e distanciamento entre as pessoas.
– O início dos agendamentos, por meio de link no site oficial da prefeitura www.voltaredonda.rj.gov.br, será a partir da próxima segunda-feira (13). Estarão disponíveis 40 vagas para acesso ao zoo no período da manhã e 40 para a parte da tarde, sempre às sextas-feiras, sábados e domingos, a partir do dia 17 de julho – explicou Samuca, lembrando que logo na entrada do zoológico foi instalado um lavatório para higienização das mãos.
O zoológico recebeu novo asfalto das vias, que vai facilitar a mobilidade dentro do zoo, principalmente para cadeirantes e carrinhos de bebê. Além disso, destacou o trabalho de acessibilidade para Pessoas Com Deficiência (PCDs). “O parque infantil foi todo reformado e recebeu brinquedos inclusivos como a gangorra e o balanço para cadeirantes. Os recintos, adaptados para melhorar a qualidade de vida dos animais e facilitar o cambiamento, manejo dos animais pelos tratadores. O local também ganhou recorte no guarda-corpo para ampliar a visão dos cadeirantes”, comentou o prefeito.
Além disso, o secretário de Meio Ambiente, Jadiel Teixeira, acrescentou que, para o Recinto de Imersão, foram trazidos animais exóticos de criadouros certificados que passaram por um período de quarentena no zoo para adaptação. “O local abriga aves como hagapornes, calopsitas, faisões, marrecos mandarim, gansos egípcios, periquitos e pavões; e répteis como tartarugas e jabotis”, contou Jadiel, explicando que o espaço, de 750 m², é todo telado e tem duas salas com três portas para que as pessoas possam entrar sem que as aves escapem.
Entre as regras para entrar no recinto estão a visita será sempre acompanhada de um monitor, o número de pessoas por imersão é limitado. Não pode entrar com bolsa e nem portando comida, não é permitido uso de flash para fotos e também será controlado o barulho. “É importante ressaltar que há um circuito pré-determinado, com guarda-corpo, para os visitantes percorrerem”, avisou o secretário, lembrando que o Recinto de Imersão também é adaptado para cadeirantes.
O Zoológico de Volta Redonda recebeu investimento de mais de R$ 700 mil na estrutura do espaço. Além do Recinto de Imersão, os visitantes podem utilizar os novos pedalinhos e o totem “Eu Amo VR”, instalado logo na entrada. O zoo funciona na Rua 93-C, na Vila Santa Cecília, e abriga mais de 300 animais de 100 espécies diferentes.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).