Atualizado às 22h12min.

VOLTA REDONDA / RIO DE JANEIRO
Depois de uma certa pressão do prefeito Samuca Silva (PSDB) ao governador do estado, Wilson Witzel (PSC) divulgou que deve assinar o incentivo fiscal para as empresas que irão compor o Polo Metal Mecânico em Volta Redonda, no Sul do Rio. A promessa é que na próxima terça-feira (15), o documento seja assinado no Palácio Guanabara no Rio.
Volta Redonda será uma das cidades beneficiadas com o incentivo. Sete empresas beneficiárias de aço já demonstraram interesse de se instalar na cidade. O cerimonial do governo do estado distribuiu um convite para o ato, a “Assinatura do Polo Metal Mecânico que proporcionará, com simplificação dos tributos, o crescimento de toda cadeia produtiva do aço no setor”, dizia o texto do comunicado.
Samuca agradeceu ao governador Wilson Witzel pela assinatura do decreto de incentivo a cadeia do aço. “Temos que agradecer ao Governador pelo anúncio da assinatura do decreto. Quem ganha é o Estado do Rio e o Sul Fluminense. Tenho certeza que existirá uma região antes e após este ato do governador. Nossa cidade agradece”, comentou o prefeito.
As empresas que já demonstraram interesse em se instalar na cidade. Somente em Volta Redonda, a expectativa é de geração de quatro mil empregos.
Há pouco menos de um ano, a CSN informou que trará para a região novas linhas de produção da empresa.  Uma será em Porto Real, na Galvasud. A previsão é de que na região serão gerados 3,5 mil empregos diretos e 10 mil indiretos.
O pacote de incentivos às empresas foi apresentado aos empresários em uma reunião.
O protocolo de intenções para viabilizar a instalação das empresas foi assinado pelo então governador Luiz Fernando Pezão, o prefeito Samuca Silva, e o presidente da CSN, Benjamin Steinbruch, além dos responsáveis pelas empresas que farão parte do Complexo Metalmecânico, entre outras autoridades.
Foto: Reprodução.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:

(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).