VR terá descarte solidário de lixo eletrônico no domingo (24) na Praça Brasil
Foto: Arquivo -Descarte Solidário.
<
VOLTA REDONDA

Atualizado às 14h39min.
A prefeitura de Volta Redonda, em parceria com o Rotary (Rotary Volta Redonda, Rotary VR Norte, Rotary VR Leste) e a Casa da Amizade, realizam no domingo (24), na Praça Brasil, o “Descarte Solidário de Resíduos Elétricos e Eletrônicos”. O evento, que está em sua sexta edição, ocorrerá das 9h às 15h na Praça Brasil, na Vila Santa Cecília, e tem como objetivo recolher materiais eletrônicos e até eletrodomésticos para serem vendidos. O dinheiro será doado a instituições sociais da cidade.
O descarte será feito no sistema “drive-thru”, não precisando que o condutor desça do veículo para fazer a entrega. Participam da ação as secretarias municipais de Meio Ambiente (SMMA), Infraestrutura (SMI) e Guarda Municipal, que dará apoio aos motoristas. Uma equipe de voluntários fará a retirada do material que será colocado em uma caçamba instalada no local.
Segundo o diretor do Rotary Volta Redonda e um dos organizadores do descarte solidário, Anderson Oliveira, a meta desta edição é arrecadar de 10 a 12 toneladas de lixo que serão vendidos e o dinheiro doado para instituições sociais da cidade.
– Este trabalho em benefício das entidades começou em abril de 2018 e normalmente o fazemos duas vezes ao ano, aqui, e em outras cidades da região. Nós já conseguimos mais de 200 toneladas em 16 edições, e serão revertidos como recursos financeiros para as entidades – explicou Anderson.
O diretor ainda agradeceu o apoio recebido da prefeitura, por meio das secretarias municipais e ressaltou a importância que o projeto ganhou, chegando no dia 4 de março a Queimados, na Baixada Fluminense.
– É uma forma que encontramos para que esses produtos que estão sem uso dentro de casa não sejam jogados de forma irregular no meio ambiente, causando poluição – agradeceu, lembrando que o “Descarte Solidário” é uma atividade que atende ao Plano Diretor de Resíduos Sólidos – legislação que visa facilitar o descarte e a transformação desses materiais em recursos e rendas para as instituições, evitando a contaminação ambiental.
Para o secretário municipal de Meio Ambiente, Miguel Arcanjo, a ação é muito positiva, envolvendo toda a sociedade, podendo atrair empresas especializadas que trabalham com este tipo de material e também estimulando a população a fazer o descarte de forma correta.
– O Anderson, do Rotary, promove anualmente este descarte solidário e tem o nosso total apoio. Favorece o meio ambiente ao evitar o descarte irregular de resíduos e contribui com as entidades, envolvendo toda a sociedade – enfatizou Arcanjo.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).