Atualizado às 19h51min.

VOLTA REDONDA
Um novo equipamento de ultrassonografia foi entregue à Volta Redonda na manhã de terça-feira (21), pelo prefeito Samuca Silva, por meio do programa “Orgulho de Volta”. Com o novo equipamento, que custou R$ 80 mil e foi adquirido por uma emenda parlamentar, o número de exames de ultrassonografia realizados no município irá aumentar em mais de 50%, subindo de 2200 para 3500 procedimentos mensais. A marcação dos exames será via Sisreg (Sistema de Regulação) pelas unidades de saúde.
O prefeito ressaltou que a entrega do novo equipamento faz parte das ações do poder municipal em investir na qualidade da saúde pública ofertada no município. “Continuamos a investir no melhor plano de saúde que existe, o SUS (Sistema Único de Saúde). Tenho certeza que o atendimento disponibilizado aqui na Policlínica mostra a seriedade desse governo. Já zeramos as filas de mamografia e tomografia e agora chegou a vez de zerar os exames de ultrassonografia. E vem mais por aí. No próximo mês vamos realizar o Mutirão da Catarata”, revelou o prefeito.
O aparelho responsável pelos exames de ultrassonografia transvaginal, renal, de mama, abdominal, de articulação, obstétrica, ecodoppler venoso e arterial, caróticas e vertebrais ficará no Centro de Imagens Gecy Vieira Gonçalves, no Estádio Raulino de Oliveira.
O secretário municipal de saúde, Alfredo Peixoto, agradeceu aos funcionários da Policlínica pela qualidade do atendimento disponibilizado à população. Durante o evento, ele destacou os avanços da saúde pública nos últimos anos. “Hoje estamos entregando essa sala de exames de imagens, equipada com ultrassom, que é mais um avanço do governo do prefeito Samuca. Tínhamos uma fila grandiosa de pessoas aguardando esses exames. Com a implantação da Organização Social (OS) no Hospital do Retiro aumentamos a oferta de exames e praticamente zeramos a fila de ultrassonografia. Temos uma pequena demanda na ultrassonografia transvaginal, que vamos zerar com a chegada desse novo aparelho. E até meados deste ano vamos zerar a fila de todas as ultrassonografias”, afirmou o secretário.
Alfredo Peixoto citou alguns dados de exames realizados durante o último ano. Só em 2019 foram ofertados 15.700 exames de mamografia, 28.148 de ultrassonografia, 17 mil raios X, 2.800 tomografias, 145 mil atendimentos na policlínica e 74 mil no Centro de Especialidades e Referência (CER). No mesmo ano, foram realizados 26.300 atendimentos de fisioterapia no Centro Municipal de Reabilitação Física (Cemurf).
“Somos a prefeitura do Sul Fluminense que mais realiza atendimento fisioterápico. Não só no Cemurf, mas também em todas as unidades de saúde de Volta Redonda. O serviço de fisioterapia foi valorizado pelo prefeito Samuca, que montou uma unidade descentralizada no bairro Água Limpa, facilitando a vida das pessoas que não precisam mais pegar uma condução para fazer o seu tratamento e são prontamente atendidas”, concluiu o secretário.
Foto: Evandro Freitas / Secom-VR.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).