Atualizado às 12h03min.

VOLTA REDONDA
Nessa segunda-feira (6), encontrar uma vaga nas vias públicas vai ficar mais fácil em Volta Redonda com a tecnologia do VR Parking. Isso é o que promete a empresa que vai operar o serviço. O novo rotativo promete inovação, modernidade e agilidade para os motoristas que estacionarem nos principais centros comerciais da cidade. Um dos benefícios, além da tecnologia, foi o aumento do número de vagas.
Com a implantação do estacionamento, estão sendo disponibilizadas 5.393 vagas, três vezes mais do que existia antes, sendo 1.485 para Vila Santa Cecília; 1.690, no Aterrado, além de 1.442 no Retiro. Já nas ruas do Centro, serão 555. No São Lucas (Rua 207), Santo Agostinho e Ponte Alta, serão 221 vagas.
Segundo o gerente operacional do VR Parking, Hoffmann Barbosa, a novidade é que agora não será mais preciso ficar procurando moedas e nem parquímetros para estacionar. “Com o aplicativo Digipare, é possível pagar, recarregar o crédito, fazer o check in e o check out da vaga, ou seja, o usuário tem total controle do uso do estacionamento. E ainda é possível saber quantas vagas estão disponíveis onde o usuário precisar estacionar. Todas essas facilidades na palma da mão. O aplicativo pode ser baixado em qualquer smartphone”, explicou.
Ele acrescentou ainda que, além dessas facilidades, o usuário também poderá acompanhar seu saldo pelo aplicativo, ressaltando ainda que os créditos não têm prazo de validade, o que evita que o usuário se preocupe se vai perder ou não o crédito inserido na conta cadastrada.  Outra vantagem é a forma de pagamento, que poderá ser feito via cartão de crédito ou débito.
Além do aplicativo, o tíquete do estacionamento também poderá ser adquirido junto aos monitores, uniformizados e credenciados, que também vão estar à disposição para tirar dúvidas e fiscalizar o tempo de uso das vagas. E ainda haverá a opção de comprar o tíquete nos pontos de vendas credenciados. “Facilitamos de todas as formas possíveis, tanto para quem usa muito quanto para quem usa menos ou quem é de fora da cidade”, disse.
Para garantir a rotatividade, o pagamento do estacionamento é garantido em lei e no edital. Com isso, quem descumprir as determinações será multado em R$ 195,23. A infração é considerada grave e também prevê perda de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação.
O valor da tarifa, definido pela prefeitura de Volta Redonda, poderá ser fracionado, de acordo com o tempo de permanência do veículo nos locais demarcados, sendo R$ 1,25 cada meia hora nas vagas da Zona Azul, na Vila Santa Cecília, Centro e Aterrado. Ainda de acordo com o edital de concessão pelo serviço de estacionamento, os valores cobrados pelas motos serão de R$ 1 por hora.
Os demais veículos terão valores fixados de acordo com a zona. Na Zona Verde, por exemplo, o valor da tarifa será de R$ 2 por hora para localidades como São Lucas, Santo Agostinho e Retiro. Nas chamadas Zonas Laranjas, o valor cobrado será de R$ 1, fixado para ruas adjacentes às vias principais dos centros comerciais onde o estacionamento passa a funcionar.
O tempo previsto para estacionamento será de, no máximo, três horas para as zonas Azul e Verde, e de quatro horas, para a Zona Laranja. Idosos acima de 60 anos e portadores de necessidades especiais terão gratuidade nas vagas exclusivas, respeitando a rotatividade do estacionamento nas vias públicas que é de, no máximo, três horas por vaga.
O Consórcio VR Parking, que venceu a licitação para oferecer o serviço, formado pelas empresas Areatec, de São Paulo, e Sinalvida, de Pernambuco, será responsável pelo novo serviço.“Estamos trazendo o que há de mais moderno em sistema de estacionamento, com uma grande experiência de ambas as empresas para que possamos ajudar a acabar com esse problema sério de falta de vagas”, afirmou Hoffmann.
COMO TER ACESSO AO TÍQUETE
– Pelo aplicativo Digipare, que pode ser baixado de graça em qualquer smartphone;
– Junto aos pontos de vendas cadastrados em estabelecimentos comerciais conveniados;
– Com os monitores do VR Parking que vão auxiliar nas ruas.
A Areatec detém a tecnologia inovadora, modernizando o uso das vagas nas vias públicas de Volta Redonda, por meio do Digipare, um aplicativo que funciona em todos os sistemas operacionais de celular.
FORMAS DE PAGAMENTO
– Dinheiro (pontos de vendas e com monitores)
– Cartão de crédito ou débito: (pontos de vendas, com monitores e aplicativo Digipare)
COMO USAR O APLICATIVO
Para instalar o aplicativo, procure na barra de busca da sua loja de downloads pelo aplicativo “DIGIPARE”. Após fazer o download gratuito, é preciso cadastrar o CPF do usuário e os dados do veículo. O usuário deverá comprar créditos e escolher a forma de pagamento: cartão de crédito, débito ou boleto bancário.
Ao estacionar, o motorista acessa o aplicativo no celular, escolhe o tempo de permanência e qual veículo cadastrado vai utilizar a vaga; e conclui a operação emitindo o bilhete.
Foto: Divulgação.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).