Atualizado às 19h34min.

VOLTAÇO
O Volta Redonda fez o dever de casa, jogando em casa no Raulino de Oliveira e conquistou mais três pontos rumo a uma chance de classificação do Campeonato Carioca, goleando a Cabofriense por 4 a 0, na tarde desta quarta-feira (22). Os gols foram marcados por Pedrinho, no primeiro tempo, e Bruno Barra e João Carlos (2), na etapa final.
Com o resultado, o time assumiu a primeira colocação do grupo B, com seis pontos, mesma pontuação do Madureira, que, entretanto, perde no saldo de gols. O próximo jogo do Voltaço será no sábado (25), às 18 horas, no Maracanã, contra o Flamengo.
Aos 4 minutos do primeiro tempo, o Voltaço colocou o goleiro da Cabofriense para trabalhar. Depois da cobrança de escanteio por Bernardo, Marcelo finalizou, mas George fez uma boa defesa. Na cobrança de novo escanteio, Marcelo tocou de cabeça, só que desta vez fraco, facilitando a defesa.
O Esquadrão de Aço seguiu tomando as iniciativas. Aos 12, a dupla Bernardo-Marcelo funciona de novo. O meia achou o volante bem colocado, fez o passe, mas a finalização foi para fora.
O maior volume de jogo do time da casa começou a incomodar os visitantes. Tanto que, a partir dos 24 minutos, a Cabofriense ficou com um a menos, pois o meia Gama levou cartão vermelho por uma falta violenta em Oliveira.
Se já parecia que não seria difícil o Voltaço chegar ao gol, as coisas se tornaram mais fácil com a vantagem numérica em campo. Depois de Bernardo não conseguir finalizar após boa jogada de Oliveira, o Tricolor de Aço abriu o placar. Aos 35, depois de boa jogada de Oliveira, Pedrinho recebeu na área e chutou para o fundo da rede: 1 a 0.
O jogo chegou ao fim da primeira etapa praticamente sem que a Cabofriense ameaçasse o gol defendido por Douglas Borges.
No intervalo para o segundo tempo o técnico da Cabofriense, Alfredo Sampaio, promoveu logo duas alterações para tentar organizar seu time em desvantagem e tentar cumprir o desafio de atacar com um a menos e se proteger para evitar outros gols dos donos da casa.
Por sua vez, o Voltaço – que retornou com a mesma formação – não apresentou o mesmo ímpeto inicial. Com isso, mesmo com um a menos o time visitante passou a ter mais posse de bola. Tanto que, aos 12, a Cabofriense chegou com perigo, obrigando Douglas Borges a entrar em ação.
Percebendo isso, Luizinho Vieira promoveu a primeira alteração no time. Tirou Bernardo e colocou em campo Saulo Mineiro.
Logo em seguida, veio o segundo gol, marcado por Bruno Barra, aos 18. A jogada começou com o próprio autor do gol, que cobrou falta acionando Marcelo. O passe foi feito para Luiz Paulo que, da esquerda, cruzou na área e o volante cravou 2 a 0 no placar.
Lutando com bravura, a Cabofriense não desanimava e chegou com perigo aos 24, quando Abner, da entrada da área, chutou forte e rasteiro, obrigando Douglas Borges a fazer boa defesa. Quatro minutos depois, Saulo Mineiro foi advertido por reclamar de pênalti num lance em que a arbitragem veio como normal.
Com o jogo caminhando para o final, o Voltaço seguiu tocando a bola e buscando surpreender seu adversário. Quase conseguiu em dois lances consecutivos, primeiro com Saulo e depois com Pedrinho, mas ambos não tiveram êxito nas finalizações.
Porém, aos 35, veio o terceiro gol, quando João Carlos completou cruzamento rasteiro da direita feito por Saulo Mineiro.
Mal o time da Cabofriense havia levado o terceiro gol e veio o quarto. O lateral Maicon Silva, que entrou no segundo tempo, invadiu a área pela direita e foi derrubado. Encarregado da cobrança do pênalti, João Carlos não desperdiçou e fez 4 a 0, liquidando a fatura.
Foto: Divulgação / André Moreira.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).