Atualizado às 21h35min.

VOLTAÇO
Não deu para o Tricolor de Aço que sonhava com uma final inédito na Copa de Futebol Júnior. O Voltaço parou no Vasco da Gama, apesar de um segundo tempo bem melhor que o Cruzmaltino. O jogo, na noite de sexta-feira (18), começou às 19h15, no Estádio do Canindé, em São Paulo.
Está foi a melhor campanha da história do clube na competição. Valeu o esforço para garotada escrever os nomes na parede de conquista do time do Sul do Rio de Janeiro. A cidade se mobilizou e abraçou a garotada nesta campanha.
Resumo do jogo
O Vasco foi um pouco melhor no primeiro tempo. Criou mais. Mesmo assim não jogou muito acima do Voltaço. Com poucas chances de gol, o Volta Redonda assustou em bola parada com o zagueiro Igor Gomes. Porém, foi o Vasco que chegou com mais perigo.  Tiago Reis aproveitou pelo Vasco e abriu o placar aos 42 minutos. Ele recebeu de João Pedro e chutou cruzado para colocar o Vasco na frente.
Na segunda etapa, o Voltaço voltou partindo para cima do Vasco, pressionando o adversário e fazendo uma blitz no campo de ataque. Tanto insistiu que acabou chegando ao empate. Markinhos cruzou para Romário que dominou e finalizou para deixar tudo igual. O Voltaço continuou com a pressão. Bola na trava, impedimentos seguidos e não conseguiu virar. O Vasco ainda assustou com Lucas, em cobrança de falta. Nada diferente e o jogo terminou empatado e a decisão foi para os pênaltis.
Aí foi uma sequência de duas cobranças praticamente idênticas do Voltaço que levou as defesas do goleiro Alexander do Vasco. Markinhos e Gabriel Pereira chutaram no mesmo canto direito do goleiro. Além da má sorte na última cobrança realizada por Júlio Amorim que acertou o travessão. O goleiro Abner do Volta Redonda defendeu a cobrança de Caio Lopes, mas não foi o suficiente para sair com a classificação para as semifinais. (Foto: Refprodução).