ANGRA DOS REIS

Atualizado às 17h44min.
A usina nuclear Angra 2, localizada na cidade de Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro, retomou suas operações na sexta-feira (24), após uma parada preventiva para manutenção no conjunto do turbogerador. A unidade foi reconectada ao Sistema Interligado Nacional (SIN) às 2h54 da madrugada, segundo informações da Eletronuclear.
A limpeza e manutenção no equipamento foram realizadas com sucesso e antecipadas após sensores indicarem a necessidade da parada preventiva. De acordo com a Eletronuclear, todo o procedimento foi feito com segurança e eficiência.
Angra 2, a segunda usina nuclear brasileira, começou a operar em 2001 e tem potência de 1.350 megawatts, o suficiente para atender o consumo de uma cidade com 2 milhões de habitantes, como Belo Horizonte (MG). A usina conta com um reator de água pressurizada de tecnologia alemã, fruto de um acordo nuclear entre Brasil e Alemanha, assinado em 1975.
A construção da usina começou em 1981, mas teve sua velocidade de obras reduzida a partir de 1983, devido à crise econômica que o país enfrentava na época, e parou completamente em 1986. A unidade só foi concluída no final de 2000, e sua entrada em operação em 2001 permitiu economizar água dos reservatórios das hidrelétricas brasileiras, aliviando as consequências do racionamento de energia na região sudeste do país, maior centro de consumo de energia elétrica no Brasil.
Com a retomada das operações da usina nuclear Angra 2, o Sistema Interligado Nacional (SIN) volta a contar com mais uma fonte de energia segura e confiável para atender a demanda do país.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por opiniões de leitores na matéria).