Atualizado às 17h23min.

BARRA MANSA
Uma tentativa de assalto que acabou com a morte de um suposto comparsa. Esse é o resumo de uma sequência atrapalhada de criminosos em Barra Mansa, no Sul do Rio. Uma dupla tentava assaltar um motociclista, por volta das 2h da manhã de quarta-feira (27), na Avenida Presidente Kenedy, no bairro Ano Bom. O local foi bem em frente a Vila Delgado, local de constantes operações da PM contra o tráfico de drogas. Um suposto integrante do tráfico de drogas e primo de um chefe do tráfico preso, conhecido como Dailson, acabou atingido no pescoço e morreu na Santa Casa.
De acordo com a polícia, Max Coutinho Borges, de 31 anos, seria um dos comparsas que dava cobertura para os assaltantes que abordaram o motociclista. Somente a investigação poderá provar se ele tinha ou não envolvimento com os dois homens que tentavam assaltar o motociclista. O piloto da moto acabou fugindo ferido no rosto, por um tiro de raspão. O que os bandidos não contavam era que um dos disparos acertaria Max no pescoço.
Max morreu na Santa Casa da cidade depois de ser socorrido por populares. A unidade informou que ele chegou morto no hospital. O motociclista foi para o Hospital São João Batista, na cidade vizinha de Volta Redonda. Ele foi medicado e passa bem.
Chegaram divulgar que uma moto teria passado atirando no local e ferindo Max e o motociclista. A PM teve acesso as câmeras de segurança que mostraram que nada disso aconteceu e sim uma tentativa de assaltou que acabou não saindo como o planejado. A polícia ainda investiga se o motociclista estava no local às 2h da madrugada para comprar droga. Ambos os crimes foram registrados na 90ª DP.
Foto: arquivo.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Deixe seu nome aqui