Atualizado às 14h27min.


VOLTA REDONDA

Chegou o mês de junho e com ele, as animadas e esperadas festas juninas, trazendo ritmos e sabores tipicamente brasileiros. Pensando nisso, o KAAD – Núcleo de Arquitetura e Decoração, formado por empresários da região Sul Fluminense das áreas de planejado, iluminação e decoração, criou uma festa junina beneficente, o “Kaadpira”.

Aberto ao público, a festa junina acontece sábado (23), das 16h às 23h, na área da piscina do Hotel Escola Bela Vista, em Volta Redonda-RJ. Vanessa La-Gatta, arquiteta, explica que o evento tem se tornado tradicional no calendário da cidade. “Contamos com diversas entidades beneficentes da região, que se reúnem em barracas de comidas típicas, jogos, brincadeiras e muito mais”. A iniciativa busca, além de oferecer diversão ao público, ajudar financeiramente as instituições. A empresária Viviane Loureiro acrescenta que “o objetivo é de ajudar as entidades a levantar fundos, uma vez que a arrecadação das barracas será integralmente revertida para elas”. As APAE de Volta Redonda e Barra Mansa, Apadefi-VR, Carinho Brasileiro, Grupo Acolher e Apadem serão as instituições beneficiadas.

Mistureba, Samba Pam, Vaguinho e Nigéria, Victor Yuri e Xotexamo serão as atrações deste ano, cada um dentro do seu estilo e com a promessa de que irão sacudir os convidados. Já o Felipe Lemos será o DJ Residente do Kaadpira. A empresária Fernanda Toniolo conta que todas as atrações doaram seus cachês para a festa e acrescenta. “O espírito de solidariedade é o que move o Kaadpira e saber que as instituições podem contar com artistas reconhecidos da nossa região, é uma grande felicidade para mim e principalmente para os convidados que, com certeza, irão se divertir muito”.

Como a organização fica a cargo do Kaad, decoração não poderá faltar. Para isso, um grupo de arquitetos foram convidados e irão usar de todo seu conhecimento para decorar as barracas e deixar a festa ainda mais linda e completamente temática. “Nosso grupo e os profissionais convidados respiram decoração e deixar a festa ainda mais bonita é algo que não poderia ficar em segundo plano”, comentou Leonardo Almeida, empresário.

“Quando a solidariedade embala o ritmo da diversão, a festa vai além de um momento de confraternização. Ela se transforma em ação social em prol de fazer o bem”, afirmou a empresária Eloísa Costa. “Todos estão convidados a comparecerem nesta grande festa, afinal de contas, toda a verba é destinada as instituições. Desde a entrada antecipada que custa apenas R$ 5,00 até a arrecadação em suas barracas”.