Atualizado às 21h12min.

BARRA MANSA
Leonardo Freitas da Silva, o “Jiló”, de 29 anos, apontado como o segundo suspeito de participar da morte do policial militar, no bairro Padre Josimo, em Volta Redonda, no Sul do Rio, foi preso na tarde de sexta-feira (24). Ele foi cercado, segundo a polícia, em um apartamento no bairro Santa Rita de Cássia, que fica na divisa de Volta Redonda com Barra Mansa.
Chegou a ventilar que ele teria se entregado à polícia, mas o delegado titular da 93ª DP, Wellington Vieira desmentiu e disse que ele foi capturado e não foi de livre expontânea vontade. “A Polícia Civil sente a dor dos amigos e irmãos da PM e por isso estamos trabalhando para que esse inquérito possa ser concluído nos próximos 30 dias. Ele vai ser autuado no que prevê a lei”, afirmou o delegado.
Jiló tinha mandado de prisão em aberto desde a morte do PM, na quarta-feira (22). O mandado foi expedido pela 1ª Vara Criminal de Volta Redonda. O Portal dos Procurados chegou a oferecer R$ 5 mil de recompensa para quem desse informações que ajudassem a polícia chegar no suspeito.
Foto: Folha do Aço/Reprodução.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).