Foto: Evandro Freitas.
<
VOLTA REDONDA

Atualizado às 18h27min.
Neto até bateu o martelo, mas o vereador de Volta Redonda, Pastor Washington Uchôa (Republicamos) falou que só aceita o convite do prefeito se transformar a coordenadoria em secretaria. O parlamentar disse que foi “uma surpresa” quando ficou sabendo da intenção do chefe do Executivo de colocá-lo no governo.
A Lei Orgânica da Câmara dos Vereadores só permite que um vereador assuma um cargo no governo, sem perder o mandato, se for numa secretaria ou diretoria. No caso de uma Coordenadoria para Pessoas com Deficiência não é permitido.
– Se eu for perco o mandato. Conversei com o prefeito e estou animado. É uma coisa que quero trabalhar e sempre defendo. Porém, tem a Lei Orgânica que impede – comentou o vereador a nossa equipe antes do início da sessão de terça-feira (11).
Pouco antes de falar com o Pastor Washington, quem conversava com o parlamentar era o assessor parlamentar de Neto, Carlos Sarkis. Ele confirmou o pedido do pastor para a coordenadoria virar secretaria. “Se não acontecer ele não pode ir”, afirmou Sarkis.
Agora está nas mãos do prefeito transforma em uma pasta. Apesar disso, a mudança exige aprovação da Câmara e definição de custo, já que uma secretaria tem que ter uma estrutura de cargos a mais que uma simples coordenadoria. Vamos aguardar.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).