Servidora da Patrulha Maria da Penha perde o combate contra o Covid-19
Foto: redes Sociais.
<
VOLTA REDONDA

Atualizado às 19h49min.
A integrante da Guarda Municipal de Volta redonda, Ilça Enalda Romaneli da Silva, faleceu em decorrência do Covid-19. Ela estava internada no Hospital Regional Zilda Arms, e não resistiu a doença nesta quarta-feira (7). Romaneli era hipertensa e tinha asma e partiu aos 57 anos.
A servidora internou a primeira vez no Hospital São João Batista, com falta de ar. Logo depois foi transferida para o Hospital Regional. Romaneli atuava na Patrulha Maria da Penha da GMVR e dava suporte e auxílio a mulheres vítimas de violência doméstica e que tinha medida protetiva contra parceiros abusadores e violentos. Colegas e amigos lamentaram a partida e elogiava muito a servidora pelo comprometimento com a causa e a segurança de todos.
– Estou com meu coração partido. Ela era uma pessoa de coração imenso e que se preocupava mesmo com todas as meninas que precisavam de ajuda – comentou uma amiga ao nosso portal.
Por conta da doença, o sepultamento acontece nessa quinta-feira (8) e sem velório, está marcado para às 11h, em um cemitério particular de Volta Redonda.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Deixe seu nome aqui

9 − 4 =