Atualizado às 16h17min.


NACIONAL / VOLTA REDONDA

O Ministério dos Direitos Humanos promoverá entre os dias 15 e 18 de maio (segunda à sexta), a Semana de Luta contra LGBTfobia. Nela será assinado o Pacto Nacional de Enfrentamento à Violência LGBTfóbica e acontecerão uma série de debates sobre políticas públicas de enfrentamento. A mobilização se deve, principalmente, pelo Disque-100, em 2017, receber 1720 denúncias de violações contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, no Brasil.

No Pacto Nacional os estados, Distrito Federal e o Governo Federal assumem o compromisso conjunto de enfrentar a homofobia. Gustavo Rocha, ministro dos Direitos Humanos, destacou. “Precisamos avançar neste assunto. É muito bom que já exista espaço para a população LGBTI na política, mas esse é apenas mais um passo para que seus direitos sejam preservados”.

As atividades marcam também o Dia Internacional de Combate à Homofobia, celebrado no dia 17 de maio. Ser homossexual era considerado uma doença até os anos 1990 pela Classificação Estatística Internacional (CID). Em Volta Redonda-RJ ocorrerá um diálogo entre a comunidade LGBTQ+ sobre as decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), dois cine-debates e o “Café Rainbow”, para discutir a violência contra o LGBT.

 

Confira a programação completa:

Segunda-feira (14) – Diálogo Trans – Decisão do STF sobre nome civil e outras demandas do movimento; 18h, auditório da Biblioteca Municipal Raul de Leoni; na Rua 16, nº 101, Vila Santa Cecília.

Terça-feira (15) – Cine-debate documentário “Favela Gay”; 18h, auditório da UFF Campus Aterrado, Rua Des. Ellis Hermydio Figueira, nº 783, Aterrado.

Quarta-feira (16) – Cine “Paris is Burning” + Oficina de Vogue; 18h, Centro Cultural Fundação CSN, na Rua 21, nº 402, Vila Santa Cecília.

Quinta-feira (17) – Café Rainbow “A violência contra a população LGBTI+ no Brasil e no Sul Fluminense”; 18h, auditório da Biblioteca Municipal Raul de Leoni, na Rua 16, nº 101, Vila Santa Cecília.

Sexta-feira (18) – Conhecendo o Volta Redonda Sem Homofobia + Ação Social; 10h à 19h, Memorial Getúlio Vargas — embaixo da Biblioteca Pública Municipal, Rua 16, nº 101, bairro Vila Santa Cecília.