Secretário estadual de Educação do Rio diz que colégio militar não vai fechar em VR
Foto: Divulgação.
<
VOLTA REDONDA

Atualizado às 12h19min.
O secretário de Estado de Educação, Comte Bittencourt, afirmou na quarta-feira (24), que o Colégio Militar de Volta Redonda não será fechado. O comunicado foi feito durante entrevista ao vereador Betinho Albertassi (PSD), no programa Fato Popular, da Rádio 88 FM. O medo do fechamento do colégio, que fica no bairro Açude, onde funciona há dois anos. O motivo seria a falta de professores para os alunos do primeiro ano aprovados no processo seletivo 2021. 
– Quero tranquilizar a população de Volta Redonda. A orientação do governador Claudio Castro é não fechar qualquer unidade de ensino. Asseguro que o Colégio Militar não será fechado – frisou o secretário, durante a entrevista.
O risco de fechamento mobilizou um abaixo assinado da Associação de Moradores do Açude, que pede a continuidade das atividades da escola. Conforme previsto no convênio firmado entre a Secretaria estadual de Educação, prefeitura de Volta Redonda e Corpo de Bombeiros, a secretaria é responsável por ceder professores. Apesar disso, ainda não aconteceu até o momento.
No entanto, apesar da confirmação de permanência da escola militar, o secretário deu detalhes de quando esses profissionais serão cedidos. Os 11 professores que já atuam na escola se recusaram a iniciar o ano letivo, na última segunda-feira (22), por meio remoto. A Secretaria estadual de Educação informou que a situação estava sendo apurada.
O vereador disse que atendeu a um pedido dos moradores para falar com o secretário de Educação do estado. “Acredito que a educação é a melhor forma de transformar a vida das pessoas. Fico feliz em poder contribuir. Agradeço ao secretário pelo comprometimento em manter a escola aberta e agora vamos pleitear a ampliação da quantidade de vagas”, comentou Betinho.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).