Homem é atingido a tiros enquanto trocava pneu em Volta Redonda
Foto: Arquivo.
VOLTA REDONDA

Atualizado às 13h01min.
O Hospital São João Batista (HSJB), o maior hospital público do Sul do Rio, inicia no próximo sábado (13), a intensificação das cirurgias de ressecção transuretral de próstata. O procedimento cirúrgico urológico é usado para tratamento da hiperplasia prostática benigna (crescimento da próstata). A unidade vai realizar seis procedimentos por sábado e a prioridade é para pacientes que fazem uso de sonda vesical. Até o final deste ano, esta demanda reprimida será zerada, garante a prefeitura.
De acordo com o vice-prefeito Sebastião Faria, diretor Geral do hospital, a intensificação dessas cirurgias foi um pedido do prefeito Antonio Francisco Neto. “A fila de espera foi gerada por conta da pandemia da Covid-19, que interrompeu as cirurgias eletivas. Mesmo com a retomada deste serviço, em agosto de 2021, vimos a necessidade de ampliar a oferta da cirurgia urológica”, afirmou Faria, lembrando que estamos no Novembro Azul, mês de conscientização a respeito do câncer de próstata.
O urologista José Ramon, cirurgião responsável pelo procedimento, explicou que a maioria da população masculina apresenta crescimento da próstata a partir dos 45 anos. O problema pode bloquear a passagem da urina pela uretra. “Alguns casos são resolvidos com medicação, outros precisam da utilização da sonda até a realização da ressecção transuretral de próstata”, explicou o médico.
O fator determinante para a escolha do público prioritário, que reúne em torno de 35 pessoas, foi o uso da sonda. “Nesses casos, a realização da cirurgia vai além da questão da saúde. A retirada da sonda garante mais qualidade de vida aos pacientes”, falou Dr. Ramon, avisando que a cirurgia exige tempo de internação que pode variar entre 48 e 72 horas.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:  
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).