Atualizado às 11h27min.

VOLTA REDONDA 
A prefeitura de Volta Redonda e o Serviço Autônomo e Água e Esgoto (Saae-VR) estão estudando uma forma de compensação por eventuais faltas de abastecimento de água no município. Um projeto de desconto na conta de água está sendo preparado. O objetivo é diminuir o valor nas contas, afim de compensar eventuais prejuízos por falta de abastecimento.
Detalhes do projeto ainda estão sendo definidos, como a porcentagem de desconto que será dado para cada dia sem abastecimento de água. O prefeito Samuca Silva (PSDB) informou que o processo está em fase de estudo e análise jurídica entre a prefeitura e o Saae-VR.
– A população não pode sofrer pela histórica falta de investimento no Saae-VR. Estamos avançando dentro do fluxo financeiro que temos, controlando a dívida bilionária que herdamos. Porém, a população não pode sofrer com falta d’água. Por isso, como forma de compensação, estamos elaborando o projeto para desconto na conta em caso de desabastecimento – destacou o prefeito.
Depois de pronto, o projeto deverá ser encaminhado à Câmara de Vereadores e ao Conselho do Saae. O diretor do Procon de Volta Redonda, Alexandre de Deus, destacou que a criação do programa de desconto por falta de desabastecimento está sendo pautado dentro do Código de Defesa do Consumidor.
– Recebemos no Procon algumas pessoas buscando informações sobre descontos por conta de falta d’água, principalmente moradores da região do Jardim Belvedere. Nosso objetivo é compensar prejuízos causados por eventuais casos de desabastecimento – completou o diretor.
No caso onde empresas privadas romperem redes de abastecimento – como aconteceu recentemente na Rodovia dos Metalúrgicos – as empresas serão multadas pelos prejuízos causados.
– Com a multa que vamos aplicar teremos condições financeiras para dar o desconto necessário na conta de água, sem prejuízo assim a autarquia. Estamos buscando melhorar nosso abastecimento, temos uma rede muito antiga e apenas uma Estação de Tratamento de Água, a ETA Belmonte. Nossa cidade precisa de mais investimentos e isso que estamos buscando, inclusive através de parcerias – completou José Geraldo, o Zeca, diretor-presidente do Saae-VR.
Saae-VR afirma que já investiu mais de R$ 10 milhões em dois anos
O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda (Saae-VR), nos últimos dois anos, afirma que investiu cerca de R$ 10 milhões em melhorias. Isso somados recursos próprios e obtidos por meio de parcerias. Dentre as ações estão novas redes de água e de esgoto, além de obras civis como construções e reformas de elevatórias, estações de tratamento, entre outras.
Segundo a autarquia, em 2018 foram mais de 8km de rede de água potável, com investimento de R$ 1,8 milhão, no núcleo Terra Vermelha, Açude, Três Poços, Retiro e Água Limpa. Neste ano, no bairro Vista Verde, para resolver o problema de falta de água e a prefeitura colocou para funcionar um reservatório com capacidade de 60 mil litros de água. Aproximadamente 1500 pessoas serão beneficiadas com a distribuição de água potável no bairro.
O prefeito Samuca Silva também assinou, junto a construtora MRL e MRV Engenharia do Rio de Janeiro, um termo de compromisso entre a empresa e o Saae-VR para a construção de uma rede adutora de água potável de 3,5 km. A obra vai beneficiar a localidade dos bairros São Luiz, Dom Bosco e toda a região com maior oferta de água. A melhoria foi conseguida pelo prefeito por meio de compensação por uma obra da empresa, que construirá 600 apartamentos na cidade. (Foto: Arquivo).

 


Comentários via Redes Sociais ou no portal:

(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).