Resende aplica as primeiras doses da vacina contra o Covid-19
Foto: Reprodução / TV Rio Sul.
<
RESENDE

Atualizado às 12h29min.
A prefeitura de Resende é a primeira cidade da região Sul do Rio a imunizar com a vacina CoronaVac. A médica do Hospital de Emergência, Patrícia Mendes de Lima, de 35 anos, foi a primeira vacinada na cidade. Outros três profissionais de saúde foram imunizados em seguida. Patrícia é plantonista da rede pública de saúde há 10 anos e esteve na linha de frente na pandemia desde março.
– Para mim é um privilégio ser a primeira dose – comentou emocionada a médica.
A auxiliar de enfermagem, Sidiléia Francisca de Jesus. O técnico de enfermagem, Paulo Médico Jr. E a psicóloga Cristina Camões foram os outros imunizados. As doses foram aplicadas assim que chegaram à unidade de saúde que será a referência para a vacinação dos profissionais de saúde do município. O prefeito Diogo Balieiro Diniz, acompanhou a vacinação. O médico oftalmologista se emocionou ao presenciar a primeira vacinada.
Na quarta-feira (20) outros profissionais de saúde e idosos começaram receber as primeiras doses da vacina contra a Covid-19. Eles serão imunizados nos locais de trabalho, na UPA, Pronto-Atendimento do Paraíso, Samu, Santa Casa, Hospital da Aman, Hospital Unimed e Hospital Samer D’Or.
Além disso, serão vacinados na primeira fase funcionários e pacientes do Asilo Nicolino Gulhot e, além de pessoas com deficiência da Residência Terapêutica da Secretaria Municipal de Saúde. Uma equipe de saúde do município vai até estas pessoas para aplicar a primeira dose.
Todos que foram imunizados receberam a segunda dose com intervalo de duas ou três semanas entre cada aplicação. A cidade recebeu 1.285 doses da vacina CoronaVac chegaram na manhã desta terça (19) em Resende. O helicóptero que trouxe a vacina saiu de Niterói (RJ) e pousou no aeroporto da cidade.
Profissionais de saúde são os primeiros a serem imunizados no Sul do Rio
Profissionais de saúde são os primeiros a serem imunizados no Sul do Rio. Foto: Reprodução / TV Rio Sul.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).