Renan Cury homenageia profissionais da saúde durante vacinação em VR
Foto: Divulgação.
VOLTA REDONDA

Atualizado às 18h40min.
O vereador de Volta Redonda, Renan Cury (Solidariedade), homenageou, na tarde de terça-feira (24), os profissionais de saúde da cidade que atuam na vacinação contra o Covid-19 na cidade.
Durante o drive-thru, na Ilha São João da nova faixa etária de imunizados, o vereador entregou uma moção de aplausos aprovada por unanimidade na câmara municipal. “A missão de salvar vidas, mais do que nunca, merece nosso reconhecimento e agradecimento público. Essa homenagem é fruto do reconhecimento de todo empenho, dedicação, competência e senso de responsabilidade social dos profissionais que estão à frente da vacinação. Todos não medem esforços em fazer o melhor, mesmo ao meio de tantas turbulências, com o objetivo de oferecer uma dose de esperança à toda a população do município, sem distinção de toda e qualquer situação”, falou Renan.

Vacinação de adolescentes com comorbidades

Renan recebe agradecimento
Mãe comemora dose aplica na filha com Down e agradece vereador.
A cidade começou vacinar adolescentes de 12 à 17 anos, com comorbidades. O pedido para o início da vacinação desses adolescentes, também foi feito pelo vereador. “No dia 2 de agosto estivemos na secretaria de saúde apresentando dois pedidos. Um deles tratava sobre a extensão do horário de vacinação, pedido que foi atendido quase de imediato, e outro sobre a vacinação de adolescentes com comorbidades, que começou a ser atendido hoje”, comemora Renan.
O final da manhã, na Unidade Básica de Saúde  (UBS) do Monte Castelo, Renan Cury encontrou com a Mell da Cunha Alves, uma adolescente de 17 anos com Síndrome de Down. Vanessa, mãe da Mell, estava emocionada com a vacinação da filha. “Só Deus sabe o quanto eu e a Mell aguardamos esse momento, estou extremamente grata e feliz. A Mell vai à Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) com frequência e sonhamos com o dia da vacinação”, contou Vanessa.
Pouco antes, foi a vez da Vitória Neves, de 14 anos, que tem asma grave. Simone, mãe de vitória, chegou a chorar ao assistir o momento que a filha recebia a primeira dose, na Unidade Básica de Saúde da Família do São Geraldo. “Estou muito emocionada. Minha filha não sai de casa para nada com medo dessa terrível doença. Os cuidados irão continuar, mas estou bem mais aliviada”, comentou.
Atento sobre a situação da Covid-19, que voltou a assustar a população com o surgimento da variante Delta, o vereador Renan Cury indicou que a secretaria municipal de saúde, realize um estudo técnico avaliando a possibilidade da aplicação da terceira dose da vacina contra a Covid-19 no município de Volta Redonda.
O pedido teve como base o aumento de número de mortes, em especial dos idosos, com o esquema vacinal completo. “Embora o Brasil esteja apenas iniciando estudos de comprovação da perda imunológica das pessoas vacinadas, diversos estudos promovidos na Europa, em Israel, e até mesmo em países sul-americanos, como Chile e Argentina, apontam a necessidade de uma terceira dose, para melhor proteger a população mais vulnerável e desse modo conter, com maior eficácia, a propagação da perigosa variante Delta, e mesmo de outras que possam vir a circular, sendo certo que, na medida em que produz uma contenção do vírus em suas novas variantes, a terceira dose de vacinação dos idosos será também uma medida que contribuirá para a proteção da população das demais faixas etárias”, comentou Renan.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:  
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).