Morre aos 53 anos, a radialista Cláudia Moura
<
BARRA MANSA

Atualizado às 12h28min.
Foi sepultado às 11h deste domingo (22), no Cemitério São Francisco, em Barra Mansa, o corpo da radialista Ana Claudia de Moura Fonseca, de 53 anos. Ela estava internada na Santa Casa de Misericórdia desde o dia 12 de agosto, após passar por cirurgia.
Claudia Moura, como ficou conhecida, durante parte da carreira, trabalhou na Rádio do Comércio, também de Barra Mansa. Uma campanha nas redes sociais chegou a ser feita essa semana para doações de sangue do tipo O positivo, depois dela ter passado por cirurgia. O banco de sangue estava em baixa desse tipo sanguíneo.
Além disso, sempre participavam de eventos e coberturas na região e era sempre muito cordial com os amigos da imprensa em cobertura e informações em primeira mão que recebia.
“Este jornalista lamenta muito falecimento dessa que era uma profissional exemplar e uma amiga sempre disposta a ajudar. A mim mesmo, ela ligava ou enviava mensagens sobre notícias que acontecia e recebia. Meu domingo ficou muito mais triste depois que recebi a notícia de sua partida. Descanse em paz minha amiga. Essa é uma notícia que não gostaria de dar”. A família, duas filhas e amigos, nosso mais profundo pesar.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:  
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).