VOLTA REDONDA

Atualizado às 10h01min.
Um psicólogo pós-graduado foi preso em flagrante na tarde de quarta-feira (2) acusado de pedofilia. A prisão aconteceu em um hospital particular de Volta Redonda em uma investigação coordenada pelo delegado titular de Barra do Piraí (88ª DP), Rodolfo Atala. O suspeito tem 29 anos e é acusado de divulgar imagens de pornografia infantil.
Segundo o delegado, o acusado foi detido no momento que ele atendia crianças no hospital. De acordo com a investigação, o profissional repassou “centenas de vídeos de relações sexuais com a participação de crianças, inclusive bebês”.
– Há também vídeos com animais – revelou o delegado. Além disso, segundo o delegado, o suspeito é pós-graduado em psicologia hospitalar e se apresenta nas redes sociais como sócio de empresa e agente de humanização.
O pedido para conversão da prisão em flagrante para preventiva deve ser apresentado nesta quinta-feira (3) à Justiça. O psicólogo com base no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), que estabelece crime “oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”.
Em caso de condenação, este tipo de crime pode levar a cadeia por 10 anos. “Este tipo de desejo criminoso arruína a vida de dezenas de crianças”, afirmou o delegado, frisando que as investigações vão prosseguir. Até o momento não tivemos contato com a defesa do psicólogo.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:  
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por opiniões de leitores na matéria).