<
VOLTA REDONDA

Atualizado às 20h45min.
O suspeito de participação na morte do técnico em refrigeração, Francisco Carlos Sciotta da Silva Júnior, o “Juninho”, de 34 anos, se entregou na tarde de sábado (24) à polícia. Acusado de executar o crime, Bismark Pereira de Souza se apresentou na delegacia (93ª DP) de Volta Redonda, no Sul do Rio. A defesa do acusado havia adiantado que ele se entregaria para prestar esclarecimentos.
A polícia afirma que Bismark é o atual companheiro da ex-mulher da vítima, Leydiane Cristina Pereira, de 36 anos, presa na quinta-feira (22). Os dois, e um terceiro homem apontando como comparsa, teriam arquitetado a morte de Juninho, assassinado em dezembro do ano passado, no Parque das Garças, região do Roma, numa suposta emboscada.
A polícia afirma que Leydiane é a “mentora intelectual” da morte do ex-marido. Outro apontado com executor da vítima é Willian da Silva, preso no mesmo dia de Leydiane. Os três tiveram a prisão preventiva decretada pela 1ª Vara Criminal de Volta Redonda. Bismark disse na porta da delegacia que “vai provar a inocência”. O acusado disse que não teria motivos para matar Juninho. A polícia contradiz e afirma que a morte foi motivada por ciúmes. Bismark é ex-presidiário e estaria trabalhando em uma empresa prestadora de serviços na CSN.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).