Foto: Reprodução de TV
PARATY

A Polícia Rodoviária Federal prendeu na noite da sexta-feira (24), em Paraty, um homem de 43 anos acusado de homicídio e ocultação de cadáver em Minas Gerais. Ele teria assassinado e enterrado o corpo de uma jovem em uma fazenda em Bom Jardim de Minas, na Zona da Mata de Minas. A prisão aconteceu na Rodovia Rio-Santos (BR-101).

Por volta das 21h30min, policiais rodoviários federais da 3ª Delegacia (Angra dos Reis) abordaram um carro e desconfiaram do nervosismo do motorista. Contra ele havia um mandado de prisão pelos crimes de homicídio doloso e ocultação de cadáver. O homem acabou confessando que é acusado da morte da jovem Kelly Cristina Landim de Almeida, em Minas Gerais.

A vítima, de 23 anos, morava em Bom Jardim de Minas e trabalhava como entregadora. Ela saiu do trabalho e passou cerca de três semanas desaparecida. De acordo com as investigações da polícia, a moça teria se encontrado com um homem, que era caseiro de uma fazenda localizada às margens da BR-267.

O homem preso pela PRF em Paraty pediu demissão da fazenda um dia após o desaparecimento da jovem. O corpo de Kelly foi encontrado no último dia 8 dentro de um latão enterrado na mesma fazenda.

A ocorrência foi encaminhada para a delegacia de Angra dos Reis. O preso vai ser levado para Minas Gerais após os procedimentos legais.


Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria