Polícia aponta resistência e tentativa de suborno na prisão de Juninho Nazaré

Com cinco mandados de prisão, o suspeito foi preso durante tentativa de fuga.

0
1673
Dinheiro, jóias, documentos falsos e contratos de locação foram encontrados
Dinheiro, jóias, documentos falsos e contratos de locação foram encontrados.
Foto: Divulgação/PCRJ.
Atualizado às 09h37min.

VITÓRIA 
O suspeito de chefiar o tráfico de drogas em pelo menos três cidades do Sul Fluminense, o Juninho Nazaré, Elmo Silva Lopes Júnior, de 33 anos, teria resistido a prisão e tentado subornar policiais ao ser localizado em Vitória, no Espírito Santo. A informação foi passada pelo Ministério Público e pelos agentes que efetuaram a prisão dele.
De acordo com o MPRJ, Juninho fugiu de Impatinga, em Minas Gerais, para Vitória/ES, provavelmente pela BR-262, que liga os dois estados e passa pela cidade mineira. A promotoria afirma que o suspeito estava em um apartamento alugado pela advogada presa por suspeita de lavagem de dinheiro do tráfico. Ele teria deixado a cidade de Minas depois de saber da prisão da advogada. 
Segundo o portal capixaba, A Gazeta, no momento da abordagem policial, na recepção do hotel, Juninho chegou a destruir dois aparelhos telefônicos e resistiu à prisão, tendo sido necessário, segundo informações da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), o uso progressivo da força para contê-lo. “Ele tentou resistir à prisão de todas as formas. No entanto, ao ser algemado, ofereceu o dinheiro, para que não fosse preso. Quando solicitamos a identificação, ele apresentou documento falso em nome de outra pessoa”, relatou o delegado que efetuou a prisão ao jornal. Ele foi encontrado com R$ 19,5 mil em dinheiro.
Enquanto isso, a Polícia Civil de Barra Mansa que monitorou a fuga do suspeito depois de dar uma batida no apartamento em que ele estava, na cidade de Ipatinga. Ele já tinha fugido, mas o carro foi identificado e com o auxílio de câmeras de segurança para acompanhar o trajeto do carro de luxo, uma Range Rover, que ele usou para fugir.
Ele ainda foi encontrado com cartões de banco com nome de terceiros, documentos falsos, joias e outros pertences. Segundo a polícia, ele teria ainda tentado usar os documentos falsos para tentar se livrar da prisão. Apesar de ter cinco mandados de prisão, Juninho ainda vai ser acusado de corrupção ativa e uso de documentos falsos.
Carro de luxo foi encontrado com o o suspeito
Carro de luxo foi encontrado com o suspeito foi monitorado e facilitou a prisão.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Deixe seu nome aqui

dezenove + 3 =