Pfizer é a 1ª a obter registro definitivo de vacina no Brasil
Foto: Reprodução.
<
NACIONAL

Atualizado às 18h08min.
A fabricante Pfizer/BioNTech é a primeira a receber autorização definitiva para aplicação de imunizante contra o Coronavírus no Brasil. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu, na terça-feira (23), o registro definitivo à vacina contra a Covid-19.
Apesar da autorização da Anvisa, o laboratório ainda não tem doses disponíveis no país. O governo brasileiro ainda não comprou nenhuma dose da vacina para ser usada no país. As duas vacinas que estão sendo aplicadas é a de Oxford e a CoronaVac, mas ambas têm autorização de uso emergencial, e não o registro definitivo.
A vacina da Pfizer foi uma das quatro testadas no Brasil. No início do ano, o laboratório revelou que teria oferecido 70 milhões de doses da vacina, que seria entrega em dezembro de 2020, mas a proposta foi recusada. O Ministério da Saúde disse que o que foi oferecido pela Pfizer casaria “frustração aos brasileiros”.
O governo disse ainda que o motivo para não comprar a vacina era a cláusula no contrato segundo a qual a Pfizer não se responsabilizava por efeitos adversos graves do imunizante. No último domingo (21), o Ministério da Saúde disse que esperaria até sexta-feira (26) para decidir sobre o impasse nas negociações, diante de um posicionamento do Palácio do Planalto. Isso aconteceria tanto para a vacina da Pfizer, quanto da Johnson, que também pediu isenção de efeitos colaterais.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).