Atualizado às 22h15min.


NACIONAL

Petrobras reduzirá em 3,8% os preços da gasolina a partir de sexta-feira (17), nas refinarias de todo país. Essa é maior queda em um único dia desde o início de julho deste ano. O diesel, por sua vez, será reduzido em 1,3%, segundo informou a petroleira nesta quinta-feira (16).

A redução no preço da Petrobras ocorre após um recuo expressivo nas cotações internacionais, um dos itens que a empresa utiliza para reajustar seus preços mais frequentemente. Em dez dias, os contratos futuros da gasolina nos EUA decaíram perto dos 6%.

“Os combustíveis derivados de petróleo são commodities e, portanto, tem seus preços atrelados aos mercados internacionais, cujas cotações variam diariamente. É natural, portanto, que os preços no Brasil também apresentem variações frequentes”, disse a empresa em nota à Reuters.

Na semana passada, o combustível atingiu uma máxima nominal, sendo vendido a R$ 3,938 por litro, segundo pesquisa da reguladora ANP. A alta deste ano teve influência principalmente de um aumento tributário nos combustíveis.

A Petrobras se defende, deixando a cargo dos distribuidores, e as oscilações de preço podem ou não acontecer nos postos, “uma vez que a decisão de repassar o reajuste cabe às distribuidoras e aos proprietários dos postos de combustível”.

Além disso, outros agentes atuam na comercialização de derivados para as distribuidoras no Brasil, praticando assim sua própria política de preços.

O ajuste anunciado pela empresa nesta quinta-feira poderá acelerar a necessidade de uma reunião do Grupo Executivo de Mercado e Preços (Gemp) da Petrobras – que atua quando há necessidade de reajustar os combustíveis em mais de 7% para cima ou para baixo em um único mês, caso permaneça em queda. A última vez que o Gemp se reuniu foi no início da semana passada.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.