Samuca prorroga quarentena do comércio em Volta Redonda
Atualizado às 21h44min.

SUL FLUMINENSE
O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) publicou a recomendação pela 3ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo de Volta Redonda, para que Barra Mansa, Pinheiral e Volta Redonda para que mantenham as medidas de prevenção ao contágio do coronavírus. O documento, publicado na segunda-feira (20), sugere manter a proibição de atividades comerciais não essenciais e restrições à circulação de pessoas.
O MPRJ orienta manter a proibição de funcionamento de atividades empresariais não essenciais. Além das medidas restritivas contra aglomerações já definidas por decreto do município. O órgão pede ainda que as cidades usem setores como Guarda Municipal, Vigilância Sanitária, Defesa Civil e outros, para fazer cumprir os decretos estaduais e municipais. Além das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde.
O MPRJ ressalta que a reunião com os prefeitos das três cidades, secretários municipais e com a recomendação do secretário Estadual de Saúde que sugeriu não flexibilizar as medidas de isolamento social nas cidades do estado do Rio de Janeiro.
Foto: Arquivo – SFO.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).