Motorista morto no Santa Cruz tinha passagem por homicídio
VOLTA REDONDA

Atualizado às 15h14min.
O motorista do ônibus, identificado como Cícero Afonso dos Santos Gomes, de 27 anos, tinha duas passagens por homicídio e por porte ilegal de arma de fogo. A confirmação da polícia é o primeiro passo da investigação que foi aberta para apurar a morte dele. O crime aconteceu no fim da manhã de quarta-feira (12), na Rua José Alves, no bairro Santa Cruz 2.
Homens armados esperavam o ônibus em um ponto, no horário que ele passava, e atiraram várias vezes, assim que Cícero abriu a porta. Uma fonte da polícia revelou que a vítima ainda tentou dar ré no ônibus para tentar fugir dos disparos, mas bateu na esquina de uma servidão que tem na rua.
A mesma fonte ainda contou que ele se levantou do banco do motorista e tentou correr para parte de traz do coletivo, mas os atiradores correram para porta novamente e atiraram mais vezes até que ele caiu bem em frente a roleta do cobrador.
Uma idosa, de 75 anos, que viajava no ônibus, foi atingida por um dos disparos no braço esquerdo. O Samu foi chamado e constatou e morte e socorreu a idosa para o hospital. A idosa foi identificada como Maria Mônica Corgosinho e está no Hospital São João Batista.
A polícia trabalha com a hipótese de execução, isso porque nada foi levado do caixa do ônibus. O caso vai seguir com o setor de investigação de homicídios da 93ª DP (Volta Redonda).
Vítima tentou dar ré no ônibus ao ser atacado a tiros
Vítima tentou dar ré no ônibus ao ser atacado a tiros.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:  
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).