Carro ficou totalmente destruído no acidente.
Atualizado às 22h14min.

BARRA DO PIRAÍ
Somente exames detalhados poderão afirmar se a motorista da Paraty com placas de Resende estava ou não sob o efeito de álcool. Testemunhas ouvidas pelo SUL FLUMINENSE ONLINE disseram que todos os ocupantes do veículo estavam em uma festa no parque aquático Aldeia das Águas pouco antes do acidente que matou quatro pessoas na tarde de domingo (15).
Mais cedo, por volta das 11h30 da manhã, a dona do carro foi parada pela PRF e se recusou a fazer o teste de etilometro. Ela estava sem o cinto de segurança, segundo a PRF. Por se recusar fazer o teste teve, a carteira de habilitação apreendida e ela foi multada. Uma passageira que estava no carro fez o teste, mostrou a carteira de habilitação, os documentos do veículo, que estavam em dia, e assumiu a direção do veículo.
O acidente que matou as quatro pessoas aconteceu perto das 17h30, na volta da suposta festa. A mulher que assumiu a direção não estava no carro. A dona do veículo e mais três homens estavam no carro. Três morreram no local e um foi levado em estado grave para o Hospital São João Batista, em Volta Redonda. Ele morreu no meio da noite, durante uma cirurgia de emergência.
O acidente do carro com um ônibus da Viação Aparecida, que fazia a linha Barra Mansa X Santanésia, que é distrito de Piraí, aconteceu na conhecida Curva do Aterrado, perto do distrito de Dorândia, no km 274, na BR-393 (Rodovia Lúcio Meira), em Barra do Piraí. Todas as mortes foram de ocupantes da Paraty. Outras 14 pessoas do ônibus tiveram ferimentos leves e foram levados ao hospital da região sem gravidade.
O trânsito foi totalmente liberado antes do fim da noite. A perícia feita irá apontar como o acidente aconteceu. A investigação deve ser conduzida pelos agentes da 88ª DP.

Fotos: Divulgação/PRF.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:

(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).

4 COMENTÁRIOS

  1. Até quando está curva vai matar mas pessoas, está na hora d colocar uma lombada eletrônica ali onde, forçaria o condutor a reduzir a velocidade.

  2. Motoristas com pouca experiência (ou nenhuma), dirigindo embriagados ou drogados e a culpa sempre é das curvas das estradas!!! Brasil: país de tolos…

Comments are closed.