Motociclista salva criança de enxurrada em Barra Mansa
<
BARRA MANSA

Atualizado às 15h37min.
O motoboy Adailton da Silva, de 22 anos, não imaginava que um ato de coragem e heroísmo iria viralizar tanto como foi. As imagens dele retirando uma menina do meio de uma enxurrada, em Barra Mansa, no Sul do Rio, ganhou as redes e muitos elogios.
O rapaz trabalha em um mercado no bairro Getúlio Vargas, em Barra Mansa, e revelou que estava fazendo uma entrega no bairro Siderlândia, no momento em que presenciou a jovem sendo arrastada pela enxurrada.
– Chovia muito e resolvi estacionar a moto e aguardar um pouco. Aí vi a jovem, que socorri, passar por mim subindo a rua com algumas amigas, mas logo depois eu a vi sendo arrastava pela enxurrada e retornando em minha direção, foi quando consegui puxá-la pelo braço. A moça estava nervosa, me agradeceu e sentou um pouco na calçada, logo depois apareceram as amigas que me agradeceram novamente e foram todas embora, sem nem mesmo me informar o nome dela – conto o motoboy.
Apesar do ato ter sido considerado heroico, pois a jovem poderia ter ido parar em uma boca de lobo ou bueiro, o motoboy minimizou a atitude. “Penso que qualquer pessoa naquela situação tomaria a mesma atitude que eu tomei e socorreria a jovem. E com certeza eu faria tudo de novo. Em nenhum momento pensei em não ajudar, pois aquela jovem estava correndo risco de vida caso caísse no bueiro. Sempre fui uma pessoa solidária e acho que temos que ajudar o próximo a todo momento”, destacou.

Elogios dos Internautas

O motoboy Adailton só soube que a sua atitude tinha aparecido na mídia, quando a irmã dele contou por mensagem parabenizando pela atitude.
– Assim que cheguei ao mercado onde trabalho, as pessoas foram logo me elogiando e me dando parabéns. Outras pessoas mandaram mensagens parabenizando e que me reconheceram no vídeo pelo meu capacete. Isso é muito bom e gratificante, mas acredito que não fiz nada demais, apenas ajudei alguém que estava precisando de mim naquele momento”, afirmou o motoboy.

Com informações: Diário do Vale.


Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Deixe seu nome aqui

3 × 5 =