Antônio Francisco Neto
Foto: Arquivo.
<
VOLTA REDONDA

Atualizado às 18h16min.
O prefeito de Volta Redonda, Antônio Francisco Neto (DEM) recebeu mais um voto contra o deferimento da candidatura dele eleito nas últimas eleições em Volta Redonda, no Sul do Rio. A indecisão quanto ao futuro do prefeito, que assumiu sob liminar, ficou maior nesta quinta-feira (11).
O Ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Sérgio Banhos foi contrário a decisão monocrática do relator do processo, Alexandre de Moraes, expedida em dezembro do ano passado, que permitiu que Neto assumisse o Palácio 17 de Julho como chefe do Executivo. Com o voto de Banhos, o placar está empatado em 2 a 2. Na noite de quarta-feira (10), Edson Fachin já havia votado contra Neto. Alexandre de Moraes e Luís Felipe Salomão votaram a favor da permanência do prefeito no cargo.
Ainda faltam os votos dos ministros Mauro Campbell Marques, Tarcisio Vieira de Carvalho Neto e Luís Roberto Barroso, o presidente do TSE. Neto precisa de quatro votos favoráveis para permanecer no cargo, já que a Corte do Supremo é composta por sete ministros. A maioria simples basta para manter Neto como prefeito. Em caráter online, os Ministros apresentarão a justificativa para os votos ao final do processo.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).