Ministro desde a transição do governo é demitido por Bolsonaro
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil.
<
NACIONAL

Atualizado às 18h10min.
O ministro da Defesa, Fernand Azevedo e Silva, informou em nota oficial nesta segunda-feira (29) que deixou o cargo. O comunicado não informa o motivo da decisão, mas Azevedo foi demitido pelo presidente Jair Bolsonaro.
Em uma reunião nesta segunda-feira (29), no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro teria pedido o cargo ao ministro. O encontro só foi incluído na agenda pública do presidente depois que o ministro anunciou a própria saída.
O nome do substituto ainda não havia sido anunciado até a última atualização desta reportagem. Azevedo e Silva foi escolhido por Bolsonaro para chefiar o Ministério da Defesa ainda durante a transição do governo, em 2018.
O militar foi chefe do Estado-Maior do Exército, um dos postos de maior prestígio nas Forças Armadas, e passou à reserva em 2018. Quando foi anunciado ministro, ele era assessor do então presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).