MEP apresenta pesquisa ao Poder Legislativo
Foto: Divulgação.
<
VOLTA REDONDA

Atualizado às 15h23min.
O vereador Nilton Alves de Faria, o “Neném”, presidente da Câmara de Volta Redonda, recebeu na Sala da Presidência, nas dependências da CMVR, na tarde da última terça-feira (25), os membros do MEP/VR (Movimento Ética na Política Volta Redonda). O grupo trouxe informações para o Legislativo da Pesquisa Cidadã- Percepções e Demandas Socioambientais da População. O estudo foi elaborado Drª. Ana Paula Vasconcelos (Equipe Socioambiental do MEP) e apresentado pelo Coordenador da Equipe Ambiental – Fernando Antônio Silva Pinto que mostrou estudos “Pesquisa Cidadão – As percepções e Demandas Socioambientais da População de Volta Redonda.
O material é fruto de um trabalho de campo e estudos, ancorados por pesquisadores de primeira linha, além de entregar o rico material que somaram a uma coleta de dados técnicos de todos os bairros da cidade, norteando uma verdadeira educação cívico-ambiental, indicadores de rumo, com especial olhar à necessária qualidade de vida dos munícipes.
Os membros e o coordenador da Pesquisa solicitaram uma Audiência Pública para discussão de todo o estudo, com a participação e conhecimento da população e, endossaram que possa também servir de fonte para elaboração do Plano Diretor Municipal, o que foi apresentado aos vereadores.
Durante o encontro o vereador e presidente da Casa disse estar de portas abertas. Participaram ainda da reunião os vereadores José Onofre (Cacau da Padaria), Paulo Roberto Costa Docca (Paulino AP), Rodrigo de Ávila Mendes (Rodrigo Nós do Povo), Vander Temponi (Temponi) e Welderson Sidney da Silva Teixeira- (Dinho). Além deles, acompanharam a apresentação o coordenador da Equipe Ambiental MEP, Fernando Antônio Silva Pinto, Francisco Jácome Gurgel Júnior, doutor em Ciências Ambientais do UNIFOA, José Maria da Silva, coordenador do MEP-VR, Michel Bastos Silva- Biólogo e Analista Ambiental e Rodrigo Silva Beltrão Chaves – Bacharel em Direito e Ativista Ambiental. O documento está disponível na Coordenadoria de Comunicação e Divulgação da Câmara.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).