Atualizado às 23h17min.

BARRA DO PIRAÍ
O prefeito de Barra do Piraí, Mario Esteves (Republicanos), rebateu a declaração de o prefeito vizinho, Samuca Silva (PSDB), em Volta Redonda, de que o distrito da Califórnia poderia ser anexado a Cidade do Aço. Samuca disse apenas que vai criar, via decreto municipal, uma comissão para estudar a viabilidade de anexação do distrito.
Mesmo deixando claro a admiração po Samuca, Mário destilou dizendo que a atitude é “precipitada”. Esteves ainda ironizou que a “novela da anexação” do distrito a Volta Redonda tem “cerca de 30 anos de capítulos escritos e vira e mexe o debate volta à tona, quase sempre às vésperas do período eleitoral”, afirmou o chefe do Executivo barrense. Em 2014, Luiz Fernando Pezão, então governador do estado, vetou projeto de lei sobre o assunto aprovado na Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro).
– O Samuca é um gestor que vem se revelando positivamente à frente da maior cidade da região. Mas, nesse caso, com todo o respeito, faltou a ele um pouco mais de razoabilidade. Estamos caminhando para o quarto ano de mandato e, em nenhum momento, o prefeito de Volta Redonda me procurou para conversar sobre o assunto, nem procurou o governo do estado. Ele sabe que esta não é uma decisão, constitucionalmente falando, que possa ser decidida assim, de forma unilateral. Samuca tem todo o meu respeito, mas foi precipitado disparar a informação desse jeito”, comentou.
Segundo Mário, o distrito da Califórnia estaria recebendo uma série de investimentos do atual governo. “Logo no início do mandato, pela primeira vez na história, reduzimos o preço da passagem, criando a Tarifa Única, o que já possibilitou uma aproximação maior entre a população e a sede do município. Atualmente, estamos reconstruindo duas escolas municipais e fazendo uma creche nova, três obras de grande porte, além da perspectiva de solucionar os problemas da falta d’água e da iluminação pública, o que vai tornar a região independente de Volta Redonda. Em sua fala, Samuca destacou que a Califórnia já foi usada, outras vezes, ‘com politicagem’. Concordo com ele que devemos evitar isso, ainda mais a um ano das eleições”, enfatizou.
Mario Esteves alertou para que o período das eleições não se transforme em um “vale tudo” pelo poder. “Como disse, respeito muito o prefeito de Volta Redonda, admiro o seu trabalho, porém, me entristeço com a situação, porque a população da Califórnia não pode ser usada como massa de manobra política. Oportunismo é algo que não cabe no atual cenário, em que gestores como o próprio Samuca tem se revelado mais técnicos e menos políticos”, finalizou.
Samuca rebateu reafirmando que quer afastar a “politicagem”. “Li a postagem do prefeito de Barra do Piraí. A decisão do grupo de trabalho é deixar longe a politicagem. É gestão. Avaliar todas as questões, ouvir a população, caso queiram falar, para me orientar. Fui procurado por moradores e estamos apenas nos precavendo caso esse assunto tome um novo rumo – comentou Samuca Silva.
Foto: Divulgação/PMBP.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:

(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Deixe seu nome aqui