Atualizado às 12h42min.

BARRA MANSA
Oberdan Gonçalves Braga, de 45 anos, acusado de agredir a esposa gestante que morreu no Hospital da Mulher de Barra Mansa, teve o mandado de prisão expedido pela Justiça e foi preso no fim da manhã de quarta-feira (06). Ele era marido de Maria Edjane da Lima, de 35 anos, que morreu na madrugada de terça-feira (05), depois de dar à luz a uma menina aos sete meses de gestação.
O homem teria agredido a esposa com socos e chutes. Golpes teriam atingido a barriga da gestante, que teve deslocamento de placenta e obrigou os médicos a fazerem uma cesariana de emergência. A agressão teria acontecido na casa do casal, no bairro Boa Vista. O quadro da mulher se agravou poucas horas depois do nascimento da criança.
A mãe não resistiu a complicações respiratórias e morreu. A bebê prematura foi levada as pressas para UTI neonatal, onde permanece em observação médica.
O pai e principal suspeito das agressões chegou a ser levado antes para delegacia. Ele foi ouvido e negou que teria praticado as agressões. Porém, a polícia e o depoimento da vítima antes de morrer, apontando o marido como autor da violência, comprovou o delito. O delegado de plantão representou pela prisão que foi dada pelo juiz. (Foto: Arquivo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Deixe seu nome aqui