Atualizado às 23h33min.

VOLTA REDONDA
A Justiça determinou a suspenção da licitação das linhas da Viação Sul Fluminense, marcada para esta terça-feira (17). A decisão chegou para prefeitura no fim da tarde de segunda-feira (16). A ordem foi do juiz Roberto Henrique dos Reis, da 4ª Vara Cível de Volta Redonda. Ele é o mesmo magistrado que autorizou a empresa a retornar com as linhas depois da intervenção da prefeitura.
O certame licitatório estava marcado para 9h da manhã dessa terça. O prefeito Samuca Silva (PSDB) decretou a caducidade da empresa alegando má qualidade do serviço prestado. Além do alto índice de reclamações por parte dos usuários. Samuca decretou a decisão judicial e afirmou que vai recorrer pela Procuradoria Geral do Município.
– Estava tudo certo para a licitação. A decisão nos impede momentaneamente, mas garanto à população de Volta Redonda: vamos até o fim para realizar a licitação. Estamos do lado do povo e precisamos garantir um transporte público de qualidade. Vamos recorrer para que o direito seja garantido – declarou o prefeito.
No processo de concorrência, a prefeitura quer licitar as 31 linhas da empresa, com o objetivo de que a cidade tenha ônibus com ar-condicionado, wifi, acessibilidade, entre outros. A Procuradoria do município revelou que recebeu a decisão de suspender 17h30, de um processo requerido por uma empresa de ônibus de Barra do Piraí.
Em um vídeo publicado em uma rede social, o prefeito afirmou ressalta que a decisão do juiz se baseou no fato da prefeitura não ter ouvido a população em uma audiência pública sobre o tema. O prefeito ainda mostrou na gravação um ônibus da empresa quebrado em frente a rodoviária.
Foto: Arquivo.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:

(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).