Atualizado às 22h34min.

VOLTA REDONDA
A Prefeitura de Volta Redonda obteve na noite desta quinta-feira (30), a decisão judicial para o desbloqueio das contas do município. O prefeito Samuca Silva (PODEMOS) esteve na sede do Tribunal de Justiça, no Rio de Janeiro (TJRJ), onde se encontrou com desembargador Milton Fernandes, presidente do TJ.
Samuca foi acompanhado pelo procurador geral do município, Augusto César Nogueira, e pelo subprocurador Thiago Leon.
– Agora vamos aos órgãos federais e estaduais para, a partir da decisão judicial, realizar o efetivo desbloqueio das contas. Acreditamos que em dois dias os recursos bloqueados já estejam na conta do município – destacou o prefeito.
Os recursos municipais haviam sido bloqueados por conta de precatórios de antes de 2017, no montante de R$ 140 milhões, que não eram pagos.
– Somente de 2017 pagamos mais de R$ 22 milhões de precatórios, dando quitação a obrigação de 2017. De 2018 vamos pagar em torno de R$ 24 milhões. Essas dívidas de precatórios são de antes de 2017. Agora pessoas finalmente estão recebendo recursos que estavam em atraso da PMVR e a Justiça vem atuando junto ao município – afirmou.
O prefeito ainda agradeceu os fornecedores, prestadores de serviço e, principalmente, os servidores públicos que “estão entendendo este momento da prefeitura e, diante do desbloqueio, os pagamentos da prefeitura serão regularizados”, declarou. (Foto: Arquivo)