Justiça cancela audiência pública sobre transporte coletivo em Volta Redonda
Foto: Divulgação/Secom-VR.
VOLTA REDONDA

Atualizado às 20h13min.
A audiência pública sobre o transporte coletivo de Volta Redonda foi cancelada por ordem judicial. O evento para debater melhorias e saídas para problemas na cidade, a ser realizada na noite de segunda-feira (17) aconteceria na Câmara Municipal.
A decisão da Justiça foi movida por um pedido de representantes da Viação Sul Fluminense, segundo revelou a prefeitura, autora do convite para a audiência. No entanto, não foi revelado o motivo para o qual a Justiça concedeu a ordem de cancelamento.
A audiência obedecia a recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ). Além de ser um dos passos para que possa ser realizada uma licitação para o setor que a prefeitura pretende fazer.
– A audiência pública garantiria a participação dos cidadãos na construção de um legado para Volta Redonda. Não vamos desistir de marcar a história do transporte coletivo no município com a primeira licitação do setor – garante o secretário de Transporte e Mobilidade Urbana, Rogério Loureiro.
O secretário ainda afirmou que as dificuldades para os passageiros, segundo ele, duram anos na cidade. “Podemos melhorar ainda mais com a participação da população e com a licitação. Será um marco para a história da cidade – acrescenta Loureiro.
Além disso, a prefeitura realizou, no primeiro semestre desse anos, uma intervenção em nove linhas da Viação Sul Fluminense. Outras três empresas do SindPass (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros) passaram a operar nos bairros Coqueiros, Siderlândia, Vila Brasília, Santa Cruz e Santa Rita do Zarur.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).