Igreja Assembleia de Deus é autuada pela prefeitura após imagens de superlotação
Foto: Redes Sociais.
<
VOLTA REDONDA

Atualizado às 12h23min.
A igreja Assembleia de Deus de Volta Redonda, no Sul do Rio, foi autuada pela prefeitura na sexta-feira (19). O motivo foi o descumprimento, durante o carnaval, dos decretos de prevenção ao novo Coronavírus. Fotos e vídeos circularam as redes sociais de um culto com o templo repleto de fiéis, sem máscara, que teria ocorrido no feriado prolongado.
A autuação foi feita pelo Departamento de Fiscalização Fazendária, da Secretaria Municipal de Finanças. A prefeitura informou que a igreja terá que assinar, no prazo de três dias, um termo de compromisso que vai seguir as recomendações do decreto, sob pena de ser interditada se descumprir.
As imagens da igreja lotada, no bairro Laranjal, mostram que o evento não tinha distanciamento e a maioria não usava máscara. O decreto, no entanto, permitia apenas 30% da capacidade. O que não foi respeitado, segundo a prefeitura.
A direção da igreja ainda não se pronunciou sobre o fato. Um responsável é aguardado na prefeitura, ainda nesta sexta-feira para a assinatura do acordo de cumprimento do TAC.
Culto teria acontecido durante o período de carnaval e mostra pessoas sem máscara.
Foto: Secom/PMVR.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).