Vítima estava com tornozeleira eletrônica
Tornozeleira, no pé esquerdo, da vítima que foi presa por tráfico.
Foto: Enviada por Leitor.
VOLTA REDONDA

Atualizado às 16h51min.
A vítima, identificada como Carlos Antônio Alves de Oliveira, o “Xarapinho”, de 40 anos, assassinado a tiros na noite de quarta-feira (14), em Volta Redonda, no Sul do Rio, estava com uma tornozeleira eletrônica. Fontes do SUL FLUMINENSE ONLINE na polícia revelaram que ele foi condenado a 4 anos e dois meses de prisão por tráfico de drogas.
Ele foi preso em setembro de 2017 e saiu da cadeia em junho de 2019. O homicídio aconteceu na Rua Natal, no Morro da Caviana, no Santo Agostinho. Ele foi morto a tiros ainda sem motivos revelados. Provavelmente, Carlos cumpria regime aberto por causa da tornozeleira. O crime já está na mão da equipe do delegado titular da 93ª DP, Edezio Ramos. O caso está sendo investigado.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).