Fotos: Enviadas por Leitor.
RIO CLARO

Atualizado às 13h04min.
Um helicóptero caiu e matou duas pessoas na manhã de quinta-feira (15), em Rio Claro, no Sul do Rio. A aeronave estava com Certificado de Verificação de Aeronavegabilidade (CVA) vencido desde agosto de 2018. Portanto, não tinha licença para realizar voos.
As informações de irregularidades para ser pilotada da aeronave estão no site da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). O registro era para serviço aéreo privado. Em agosto desse ano, o helicóptero foi vendido para um novo proprietário.
O aparelho é um Robinson R44 e ficou destroçado na queda. Dois passageiros estavam na aeronave na hora da queda. Um ficou preso nas ferragens e o outro foi arremessado para fora da aeronave.

Aeronave estava com documentação vencida

O helicóptero caiu em uma área de difícil acesso, no alto de um morro. Moradores locais disseram ter ouvido dois estrondos antes da queda. Ainda não se sabe de onde a aeronave partiu e qual era o destino. A investigação sobre as causas do acidente será conduzida pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos).

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).