Atualizado às 20h13min.

VOLTA REDONDA
Cumprindo a uma determinação, do prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, a Guarda Municipal ampliou e intensificou a quantidade de agentes nas ruas da cidade. Na vila Santa Cecília por exemplo, os resultados depois de uma semana são positivos, garante a prefeitura. Foram apreendidas motos irregulares, armas e nesse período não houve sequer um roubo de celular nas áreas patrulhadas.
A GMVR atua em apoio ao trabalho da Polícia Militar a fim de reduzir ações de criminalidade, gerada com os pequenos furtos. “Moro lá no Retiro e trabalho aqui na Vila. Realmente estou ouvindo os clientes da loja falarem muito bem dessas ações da Guarda. Eu mesmo estou me sentindo mais segura”, comentou Ana Clara Santiago, vendedora numa loja de calçados na Vila Santa Cecília.
Nesta primeira semana da operação, que começou na segunda feira, entre 8h e 20h, quando há maior fluxo de pessoas. “O prefeito ordenou ações para levar mais tranquilidade aos moradores, comerciantes e clientes dos centros comerciais. Destinamos mais agentes da Guarda Municipal e 12 viaturas estrategicamente distribuídas para coibir crimes. Parte do pessoal administrativo foi para reforçar o trabalho  e conseguimos apreender cinco motos com documentação irregular e chassis adulterados, recolhemos duas facas e prendemos um cidadão suspeito de tentar matar a ex-mulher com as facas.. ” afirmou Paulo Dalboni, Comandante da Guarda.
A operação da Guarda Municipal vai continuar. O comandante promete ações mais intensivas na segunda semana que começa na segunda-feira (21). No trânsito a Guarda Municipal também vem fazendo operações especiais, desde o Escritório Central até o Colégio Estadual Manuel Marinho, principalmente nas ruas 33, 21, 41 e 43 para melhor fluidez do tráfego.
Nessa sexta, agentes da GM também ajudaram na apreensão de dois menores, que estariam agredindo a mãe. Por determinação da justiça, os dois menores foram levados para a Fundação Beatriz Gama. Os moradores aprovaram a iniciativa. “É muito importante a gente poder contar com a segurança que os guardas municipais, passam para nós. Me sinto mais segura”, concluiu Claudia Cunha, representante comercial.