<
VOLTA REDONDA

Atualizado às 09h49min.
Uma das primeiras atividades esportivas a voltar este ano foram os treinos da ginástica artística e de trampolim. As aulas são realizadas no Ginásio Poliesportivo Francisco Gomes Nascimento, no bairro São Geraldo, desde o dia 18 de janeiro.
Os atletas se dividem em dois horários: manhã e tarde, com três turmas divididas em grupos de 15 alunos por turma. Com isso, é possível atender a todas as exigências de prevenção e segurança em razão da pandemia.
De acordo com uma das treinadoras, Kelly Silva, 25, a equipe que se prepara para os próximos torneios realiza os treinos à tarde. Enquanto competições oficiais estão suspensas no estado e em todo o país, devido a pandemia da Covid-19, este grupo mais avançado ajuda na preparação dos iniciantes.
– Eles trazem uma garrafinha de água para se hidratarem e uma toalha pequena de uso individual. O bebedouro pode ser usado somente para encher as garrafas de águas. O foco da ginástica olímpica é trabalhar os fundamentos, o condicionamento físico, fazer as crianças se movimentarem, através de múltiplos saltos, saltitos, giros e muito mais. E ainda aumentar a concentração e desenvolver a coordenação motora. Os mais experientes ajudam os mais novos. Eles estão tendo uma evolução enorme com as aulas – explicou.
São atendidas crianças e adolescentes dos 4 aos 17 anos de idade, com no mínimo uma hora de treinamento nas terças e quintas-feiras.
As inscrições estão abertas para novos alunos. Os pais interessados devem comparecer ao ginásio com os filhos.
A secretária municipal de Esportes, Rose Vilela , afirmou que a SMEL tem um carinho muito grande pela modalidade Ginástica de trampolim e artística, e fará todo o esforço possível para que as crianças continuem se preparando para a volta das competições, realizando o treinamento semanal com todos os cuidados necessários contra o Coronavírus.
– A volta das atividades ocorreu após uma comissão de pais organizada solicitar o retorno das aulas, se comprometendo a seguir todas as medidas sanitárias de segurança – disse.

Medidas sanitárias de proteção

Pais e crianças devem utilizar máscara, manter o distanciamento e usar álcool gel nas mãos para começar o treinamento nos aparelhos.
Verônica Oliveira, mãe de Sofia Gabrielle, de oito anos, comemorou o retorno das aulas. “A pandemia nos atrasou um pouco, mas a minha filha, Sofia Gabrielle, que faz ginástica desde os 4 anos de idade, hoje com 8 anos, estava com muita vontade de treinar. Ela usa máscara, álcool gel, tomamos todas as medidas de cautelas que precisam. Este apoio da prefeitura é essencial para a gente”, ressaltou.
Outra mãe presente no ginásio, Dianna Cândido Pereira d´Lana, afirmou que a filha gosta muito dos treinamentos: “Ela é muito dedicada e quer sempre aprender um salto novo e enquanto não aprende, não para. Ela tem muita força de vontade. Há mais de 7 anos que ela faz ginástica, tendo começado no ginásio do bairro 249”. Diana é moradora do bairro Ponte Alta e traz a filha Poliana Pereira d´Lana todas as terças e quintas para os treinos. O ginásio do São Geraldo estava fechado. Antes de reabrir, foi preciso limpar e recuperar todos os equipamentos.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).