Funcionários de hospital protestam contra atraso de pagamentos da OS
Foto: Reprodução.
VOLTA REDONDA

Atualizado às 15h39min.
Funcionários da higienização do Hospital São João Batista, uma das áreas mais valorizadas em tempos de pandemia do Covid-19, protestaram em frente a unidade contra o atraso nos salários. A manifestação aconteceu na manhã de quinta-feira (24). Cerca de 50 pessoas que trabalham no setor do hospital cobram da Associação Filantrópica Nova Esperança (AFNE), a OS (Organização Social) que atua no HSJB dizem que ainda não receberam os salários de agosto/2020.
As funcionárias afirmam que os setores de emergência são os únicos que ainda estão sendo limpos. O mês de setembro caminha para o fim a ainda não receberam. A OS teve o contrato reincidido com a prefeitura de Volta Redonda este mês, depois que o nome da instituição apareceu em denúncias de desvios de dinheiro da saúde com o governo do estado do Rio. As revelações levaram ao afastamento do governador Wilson Witzel (PSC) do cargo.
A mesma medida foi tomada pela OS Mahatma Ghandi que administrava o Hospital Munir Rafful, no Retiro. Porém, o nome dessa OS não aparece ainda em delações de possível irregularidades. No mesmo dia, médicos do São João Batista informaram que ainda não receberam os salários referentes a agosto. Depois de uma ameaça de greve, os pagamentos de enfermeiros e técnicos foram depositados esta semana.
Até o momento, a OS não emitiu nenhum parecer sobre a situação do hospital e os atrasos. A prefeitura já havia comunicado que a partir da próxima semana o hospital retornará para administração municipal e deixará de ser terceirizado.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).