Falso médico atuou em mais cidades da região
Foto: Divulgação/PCRJ.
VALENÇA

Atualizado às 12h32min.
O falso médico preso na sexta-feira (9), em Valença, no Sul do Rio, trabalhou em outras cidades da região. Segundo as investigações, Australiamar Fernandes Ferreira, de 41 anos, atuou em unidades de Volta Redonda, Mendes, Piraí e Barra do Piraí. A Polícia Civil revelou que ele provocou a amputação da perna de um paciente por conta de erro médico na prescrição de medicamentos para um ferimento.
A vítima teria se acidentado com um vergalhão. A ferida na perna direita necrosou e motivou a amputação. O fato acorreu no mesmo dia em que ele foi preso e estava de plantão, no Hospital Escola de Valença.
Depois de ser preso, segundo a polícia, ele usou nomes falsos na delegacia. Entre os apresentados por ele, um nome do irmão foi descoberto pelos agentes. A polícia ainda descobriu que ele já foi preso outras três vezes, entre 2008 e 2012, nos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul, pelo mesmo fato de se passar por médico. Ele ainda tem passagens pelos crimes de ameaça e lesão corporal.
A polícia informou que o homem usava dados de um médico residente em Goiás. Além disso se apresentava como tenente do Exército. Uma denúncia feita pela direção do Hospital Escola de Valença desmascarou o homem. Profissionais estranharam a forma como ele se comunicava e as práticas médicas dentro da unidade. A direção chamou a polícia que prendeu o suspeito em flagrante. Ele deve responder por exercício ilegal da medicina, lesão corporal, falsidade ideológica, falsa identidade e uso de documento falso.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).