<
Atualizado às 18h42min.

VOLTA REDONDA
Policiais civis e militares fizeram uma operação na tarde deste domingo (02) para desligar o sinal de uma central clandestina de internet que funcionava dentro do condomínio do Minha Casa, Minha Vida do bairro Três Poços, em Volta Redonda/RJ, no Sul do Estado do Rio. A central era monitorada por traficantes, segundo a polícia.
O SUL FLUMINENSE ONLINE acompanhou, com EXCLUSIVIDADE, o trabalho da polícia. Os moradores eram obrigados a pagar uma mensalidade pelo serviço. O dinheiro era revertido para a facção criminosa que atual no residencial. Os policiais encontraram um jovem que monitorava a central de internet, em um dos blocos de prédios.
A polícia ainda descobriu que os traficantes exigiam que os moradores usassem apenas o sinal fornecido por eles. Quem recusasse poderia ser expulso dos apartamentos, segundos as investigações. Não foi falado quanto era paga pelos moradores.
Durante o desligamento, presenciamos moradores revoltados com a polícia por ficar sem o sinal de internet. O jovem que tomava conta da central clandestina pode ser acusado de contrabando, como prevê a lei para quem redistribui sinal de TV ou internet no Brasil. O material foi levado para delegacia (93ª DP), onde o caso foi registrado.

Mais Fotos: Redes Sociais