Atualizado às 13h23min.

BARRA DO PIRAÍ
A delegacia de Barra do Piraí (88ª DP) abriu um inquérito para investigar o suposto pagamento de R$ 800 mil para encomendar a morte do atual prefeito de Barra do Piraí, Mário Esteves (PRB). A denúncia foi feita por um servidor público. A informação era de que um ex-policial militar do 10º Batalhão da PM teria recebido uma proposta para matar o prefeito.
A denúncia foi feita no última quinta-feira (1) pelo servidor. Ele teria ficado sabendo da proposta no dia anterior (31), no bairro do Carvão. Ele estava de carro na Rua Andrade Pinto. Segundo o servidor, a pessoa não informou quem seria o mandante e que pagaria quase um milhão para encomendar a morte de Mário Esteves.
Superiores do servidor incentivaram o registro da denúncia na delegacia. O ex-PM foi identificado pelo denunciante. Ele deve ser convidado para prestar depoimento na delegacia. Ainda não se sabe se ele já compareceu a sede policial. O prefeito ainda não se manifestou sobre o assunto. As informações foram divulgadas em primeira mão pelo site Papagoiaba.com. (Foto: Arquivo).

Comentários via Redes Sociais ou no portal:

(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).