<
Atualizado às 11h57min.

VOLTA REDONDA
Os empresários Jerônimo e Adriano Santos, pai e filho, lançaram na quarta-feira (12), no Hotel Bela Vista, a franquia Farma OFF. A ideia é ser um modelo compacto de farmácias, com no máximo 80 metros quadrados. O novo formato deu certo e depois de três anos no mercado, eles resolveram criar uma franquia.
O lançamento aconteceu em Volta Redonda, no Sul do Rio, para investidores, autoridades, convidados e imprensa. A franquia Farma OFF é uma empresa do Grupo Retiro, gestor da Drogaria Retiro, com mais de 40 anos de tradição no mercado, somada à expertise da Avant Consultores, que também é sócia desse novo empreendimento.
Com oito lojas próprias, sendo quatro delas em Volta Redonda, a Farma OFF foi criada para ter processos de gestão mais enxutos, focados numa loja compacta com menor custo para se manter e com um estoque de giro rápido – medicamentos e produtos de maior saída -, segundo um dos sócios da franquia, o empresário Adriano Santos.
– O nosso modelo de franquia da Farma OFF permite vender medicamentos e outros produtos com preços menores e mais populares por causa da economia obtida com a redução de custos de uma empresa mais enxuta. Isso possibilita se ter menores gastos para manutenção do espaço, mão de obra, além de uma negociação mais direta com os fornecedores, sempre mantendo a qualidade do que chega para os clientes – afirmou.
A expectativa dos gestores da Rede Farma OFF é que, em três anos, a marca esteja consolidada com 132 franquias em dois estados brasileiros – São Paulo e Espírito Santo – além do Rio de Janeiro, onde nasceu o projeto.
Adriano Santos, diretor do Grupo Retiro, foi o responsável pela expansão da Drogaria Retiro – fundada pelo patriarca da família, o empresário Jerônimo Santos. Hoje a Retiro emprega mais de mil funcionários, com 70 lojas no Sul do Estado.
– Durante todos esses anos, criado dentro da Drogaria Retiro e, mais tarde, como gestor do Grupo e da Rede das Drogarias Retiro, fui buscando conhecimento, aprendendo a encontrar o melhor caminho não só para se manter no mercado como também para crescer. A Retiro se consolidou e continua nesse processo de crescimento, mas, queríamos mais. Queríamos oferecer a outros empreendedores a oportunidade de entrar nesse mercado farmacêutico que cresce uma média de 13% ao ano no mundo. E mais do que isso, possibilitar o acesso a medicamentos às famílias de baixa renda, para o público C e D, que muitas vezes não consegue levar adiante um tratamento pelo custo dos medicamentos – afirmou.
Segundo Adriano, a Farma OFF faz com que a marca do Grupo Retiro ganhe cada vez mais o mercado por meio de um modelo de empresa mais compacto e que alcança investidores com visão empreendedora que querem ter o próprio negócio, mas não tem todo o conhecimento (know-how) para colocar um projeto em prática. “Montamos a loja com toda infraestrutura e estoque necessários. Damos o treinamento para administrar. Oferecemos suporte em vários campos como marketing e publicidade; toda a tecnologia necessária; e assessoria farmacêutica e outras consultorias. É uma franquia completa com dois tipos de gestão para que o investidor escolha”, explicou.
Segundo Giovane Moreira, diretor do Grupo Avant, a empresa surgiu como escritório de consultoria especializado em Varejo Farmacêutico em 1998. Hoje é um grupo empresarial que atua nos segmentos da indústria, serviços e varejo e emprega mais de mil funcionários e está presente em seis estados.
– Em nosso braço de serviços, temos uma unidade de negócios especializada em franquias. Realizar o empreendimento Farma OFF ao lado de Adriano Santos, mais do que um ótimo negócio para o grupo é a junção do interesse mútuo pelo melhor para os dois grupos empresariais – explicou.
Giovane também destacou a visão empreendedora de Adriano Santos como um fator decisivo para essa sociedade. “O Adriano é um grande empreendedor, que soube com maestria conduzir o Grupo Retiro ao século 21. O DNA empreendedor do Jerônimo Santos, pai de Adriano, fez com que esse jovem empresário enxergasse com muita antecedência um negócio de escalabilidade e perpetuidade”, afirmou.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.