Atualizado às 21h46min.

PARATY
A empresária Maria da Glória Belchior, de 57 anos, foi solta no início da noite de terça-feira (3) depois de ficar quase 35 horas sob a mira de sequestradores. Eles a levaram na manhã de segunda-feira (2), quando ela chegada em uma das das pousadas que é dona em Paraty. Ela foi solta na estrada Paraty/Cunha sem o pagamento do resgate.
Quatro bandidos a levaram ela e o Toyota RAV 4, placa ELA-7265 (SP), da Pousada Praia do Jabaquara, no bairro Jabaquara. Outros dois bandidos ficaram num Fiat Doblô, dando cobertura aos comparsas que levaram a empresária em seu carro.
Os sequestradores, segundo a polícia, teriam pedido um valor de resgate. O valor, no entanto, não foi informado à imprensa.A vítima é dona de seis pousadas no município da Costa Verde. O delegado titular da 166ª DP (Paraty), Marcello Russo, informou apenas que as investigações correm em sigilo.
Os bandidos renderam oito funcionários da pousada e roubaram vários celulares, e os HDs das câmeras de segurança do estabelecimento, com a intenção de prejudicar as apurações policiais. Na segunda-feira, um filho da empresária conseguiu telefonar para o celular dela.  Maria da Glória confirmou que tinha sido sequestrada e que os assaltantes queriam dinheiro para libertá-la.
Foto: Ilustrativa.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).