Atualizado às 16h33min.

VOLTA REDONDA
O prefeito Samuca Silva (PSC) confirmou mais um caso de coronavírus em Volta Redonda, no Sul do Rio. Ao vivo, nas redes sociais, o prefeito afirmou que trata de uma mulher, de 60 anos, que esteve no aeroporto do Rio de Janeiro. O primeiro caso é um homem, de 58 anos, que esteve em viagem por Juiz da Fora (MG) e Paraty (RJ). Ambos estão em isolamento domiciliar.
Com esses dois novos casos, sobe para quatro os confirmados na região. Uma mulher, de 27 anos, em Barra Mansa, que já está recuperada e uma empregada doméstica, de 63 anos, de Miguel Pereira que morreu na quinta-feira (19), sendo o primeiro caso de morte no estado do Rio.

Novas medidas

Samuca ainda confirmou que não terá feira livre mais na cidade, a partir desse domingo (22). Ele ainda disse que não pode limitar a circulação dos ônibus. Porém, vai limitar distância de 2 metros e somente passageiros sentados. Igrejas e templos religiosos serão proibidos, por tempo indeterminado, de realizarem cultos ou eventos.
Servidores que não forem dos serviços essenciais serão mantidos. Bares e restaurantes só serão permitidos entregas. Não mais com atendimento presencial. Mercados terão controle de entrada e saída para evitar aglomeração. Segundo Samuca, para cada caixa que o mercado tiver será permitida a entrada de duas pessoas por vez. Cada estabelecimento terá que fazer o controle pelo novo decreto.

Assista o AO VIVO:

Atenção. Primeiros casos de coronavírus confirmados em nossa cidade. Confira os detalhes ao vivo.

Gepostet von Samuca Silva am Samstag, 21. März 2020

Foto: Arquivo – SFO.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).